quinta-feira, 5 de novembro de 2015

versinho de dor

quero o dia branco e uma noite com tuas conversas queria tanto, agora minha saudade não tem fim

meu silêncio é o teu silêncio, há uma tortura 
alimentada na tua ausência em mim

antes havia você agora um azul de solidão
inundando a praia
que havia no meu coração

Nenhum comentário:

Postar um comentário