sábado, 7 de novembro de 2015

sonhei um dia

o mundo é uma mulher nua rindo das palavras que não sei escrever sobre ela

que se dane o mundo eu quero aprender das palavras

gosto quando o mundo fica ausente assim também eu passo por ele e a força não existe mais tudo perde-se tudo vai ficando em paz

posso sentir o esvaecer sem choro, sem lágrimas

não quero mais te amar agora, eu quero só te amar

aqui na falta de todos importa apenas alimentar a dor em mim

o amor é uma prisão que me acorrentou


Nenhum comentário:

Postar um comentário