quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Palavras Enroladas em Biscoitos de Poesia

as palavras também sofrem com a ausência  
e anunciam verdades e intenções...
se elas soubessem o que se passa no meu coração
carregado de dor, 
elas seriam apenas testemunhas
dessa agonia

a imaginação é um gato
com fome de amar o telhado
onde deposito palavras de aceitação

há uma realidade fora da ilusão
eu descobri e me joguei nela
na panela da solidão
lá eu eu vi que o amor é cabernet sauvignon e, 
se desmancha suave na boca dos amantes
famintos de paixão

em mim há sempre 
a tolice do juízo final
eu sei o veredito
que pesa sobre os homens,
o amor absolverá
todas as culpas

há um imã que atrai as palavras em mim
meu sentimento é mensageiro de você
uma porta que saberei abrir
o amor é que vai entrar




3 comentários:

  1. Mantenha sua poesia no ar,
    trancafia-las não é justo com ela.


    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir