sábado, 28 de novembro de 2015

o lobo ao luar

poesia sem lugar algum indefinida em mim e teus sinais é uma comitiva de amores intermináveis agonia-te em mim que eu te quero ainda mais

vem mulher vem logo me falar de ti de teus amores e alimenta essa minha vontade de te devorar
(serei o lobo que habita o desejos dos amantes)

Nenhum comentário:

Postar um comentário