quinta-feira, 26 de novembro de 2015

o corte da navalha

teu retrato em mim é um esquecimento da eternidade teu retrato é uma palavra escondida tua palavra é uma miragem que não sei retratar

tua lembrança
é uma navalha
que usa meu coração
pra poder se afiar

Nenhum comentário:

Postar um comentário