quinta-feira, 19 de novembro de 2015

assim ela contorna o mundo

ASSIM do teu jeito
você decide quem amar
e quem condenar
com tua compaixão

e se sobrar amor
eu quero
apenas um troco
de você

fumaçar no teu veneno
até poder amar
e morrer

vejo o parto
das tuas palavras
e me ponho
a correr
quero esse carinho
que você desenha
no papel
quando o amor
é o teu alvo

tuas palavras
e tuas mãos
sabem contornar
meu coração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário