quarta-feira, 28 de outubro de 2015

sonho de chorar

eu te vejo daqui dessa janela de esquecimento que lançaste sobre mim

nessa janela em mim tudo é masmorra da praia sinto o cheiro e o barulho do mar

o resto é esquecimento é quase um afogar não há mais barco, nem o céu muito menos o mar

dessa janela em que me permites eu sonho com a porta que em breve vai chegar

esse sonho em que acordo me convida ao sonhar o sonho que me devora e consome o meu sonhar

2 comentários: