sexta-feira, 23 de outubro de 2015

sobre os lugares vazios

se falo da ausência
é de toda ela que existe
no mundo,
da ausência latente
em cada homem
se me calo na ausência
a ausência me consome

se falo das pedras
é das pedras que te falo
as pedras que te calam
as pedras que te lançam
pedras do caminho
e do teu jardim em pedras

um monte de coisas guardadas
e esquecidas,
emoções latentes
e sonhos por se fazer,
pode existir um esconderijo assim
dentro de você?!

2 comentários: