domingo, 18 de outubro de 2015

Sobre o Teu Ventilador

Eu quero o veneno 
e o doce das tuas palavras

Não quero mais amar O amor sempre morre Suave e inocente Nos braços do convívio

Prefiro apaixonar E desapaixonar Mas percebi que a paixão Também tem Vida curta

Sobre o teu ventilador Fraco é esse teu amor Que assopra Sobre mim

Ontem Eu estava mais feliz Com a loucura Que havia em mim

Hoje tenho medo Até de me olhar E ainda tenho Que viver Amar e odiar  

toda noite eu te digo bom dia
todo dia eu quero dizer
pra você ficar
mas, acontece
que nem sei viver
a minha agonia
quanto mais
acertar no amar.


2 comentários: