quarta-feira, 28 de outubro de 2015

o teu nome

essa poesia que fala as palavras que não quero dizer, essa poesia que eu quero dizer, que só digo a você, que ninguém quer saber, que é preciso viver...

essa poesia que me mata suave e me deixa viver e revela você e esconde você, e não sabe onde ir, 
e me deixa ficar e me manda partir.

essa poesia que não sabe mais rir e faz pouco de mim e me olha na rua e me chama suave 
e acerta meu peito e me ensina a sentir.

essa poesia sabe tudo de mim, sabe até do amor, que faz falta assim

agora você...

Nenhum comentário:

Postar um comentário