sexta-feira, 23 de outubro de 2015

desmanchando-se em mim

querer te amar é um querer morrer
o teu amor é chuva 
desenhando saudade na janela
e tuas palavras chegam suave 
feito notícias de outras eras

agora percebo que você não tem fim
todas as canções que escuto
sempre terminam com teu nome

tudo em você é imã
tudo quer uma rima
tudo em você é irmã e mulher
e o mundo que percebo é vazio
o mundo que eu sonho
ele te quer.

e eu espero você
a espera e essas palavras
ficam girando em torno do querer

tudo dia assim suave
até que percebo
que tudo é a ilusão de viver

Nenhum comentário:

Postar um comentário